5NotíciasTARDE…27/01/2009…Israel volta a atac…

a-noticia2

Depois de quebra de trégua, Israel faz ataque aéreo à Faixa de Gaza

Segundo Hamas e fontes médicas, duas pessoas ficaram feridas.
Antes, militar israelense morreu vítima de bomba palestina.

Um ataque aéreo israelense atingiu uma motocicleta no sul da Faixa de Gaza nesta terça-feira (27), ferindo duas pessoas, informaram o grupo Hamas e autoridades médicas palestinas.

Mais cedo, o Exército de Israel confirmou que um soldado morreu e três ficaram feridos vítimas de uma bomba palestina próximo à fronteira do país com a Faixa de Gaza.

Os incidentes ocorrem nove dias depois do início do cessar-fogo decretado unilateralmente por Israel na região palestina, depois de três semanas de ataques que mataram mais de 1.300 pessoas.

É a primeira morte do lado israelense desde o final da ofensiva de 22 dias na Faixa de Gaza. 

Ainda não está claro se a bomba foi colocada na região antes ou depois do fim do cessar-fogo.

Um forte tiroteio foi ouvido na região, e helicópteros israelenses sobrevoam a fronteira e fizeram buscas em terra. Nenhum grupo assumiu a autoria das explosões, mas um representante do Hamas manifestou apoio.

Fontes médicas de Gaza informam que um palestino morreu baleado por israelenses no sul da região, pouco depois da explosão que vitimou os israelenses. Anwar Al Dreim, de 24 anos, morreu em Kisufim, perto da fronteira com Israel.

O ministro israelense da Defesa, Ehud Barak, disse que o país vai responder ao ataque, mas não deu detalhes.

O episódio acontece ao mesmo tempo em que o novo enviado do presidente Barack Obama ao Oriente Médio, George Mitchell, chegou ao Cairo, nesta terça, para dar início aos esforços da nova administração para reativar o processo de paz entre Israel e palestinos e reforçar a trégua incerta na Faixa de Gaza. 

Mitchell deve reunir-se com o presidente egípcio, Hosni Mubarak, na quarta-feira, no início de uma viagem de uma semana que o levará a Israel, Cisjordânia, Jordânia, Arábia Saudita, França e Grã-Bretanha. 

 A secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, reiterou o direito de Israel se defender dos ataques do Hamas.
  

O ministro de Relações Exteriores do Egito, Ahmed Aboul Gheit, previu que o Hamas e Israel alcancem um cessar-fogo permanente na primeira semana de fevereiro, o que pode levar à abertura das passagens fronteiriças da Faixa de Gaza.

“No âmbito dos esforços egípcios alcançaremos um cessar-fogo permanente e contínuo na primeira semana de fevereiro, o que conduzirá à abertura das passagens fronteiriças”, declarou Aboul Gheit em entrevista no Cairo junto com o alto representante de Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana.

Aboul Gheit, citado pela agência de notícias egípcia “Mena”, expressou sua esperança de que em fevereiro seja também testemunha de uma reconciliação nacional palestina que permitirá a reconstrução de Gaza. 

Arrecadação de impostos federais e previdência bate recorde em 2008

Foram arrecadados R$ 701,4 bilhões, valor corrigido pelo IPCA.
Recolhimento subiu 7,68% em termos reais frente a 2007.

Dados divulgados nesta terça-feira (27) apontam que o governo federal arrecadou R$ 685,675 bilhões no ano passado com impostos, contribuições federais e contribuições previdenciárias.

Corrigido pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o valor chega a R$ 701,403 bilhões. O total arrecadado em 2008 foi 7,68% maior que no ano anterior, quando atingiu R$ 651,371 bilhões.

A previsão de arrecadação para o ano, segundo o secretário-adjunto Otacílio Cartaxo, era em torno de R$ 640 bilhões. O recorde de arrecadação foi obtido mesmo com o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF) e a queda no ritmo de crescimento da arrecadação no final do ano.

Em dezembro, a arrecadação foi de R$ 66,229 bilhões, valor 20,67% maior que o registrado em novembro, quando houve queda mensal na arrecadação.

As receitas administradas pela Receita Federal fecharam o ano em R$ 660,201 bilhões, com um crescimento real de 68,1%. As demais receitas somaram R$ 25,474 bilhões, com um crescimento real de 36,50%. 

Com informações da Agência Estado, Reuters e Valor Online

Menina de 9 anos ferida em desabamento da Renascer tem alta, diz hospital

Criança foi liberada do Hospital São Paulo na noite desta segunda (26).
Duas vítimas do acidente seguem em estado grave em outros hospitais.

A menina de 9 anos que ficou ferida no desabamento do teto da Igreja Renascer recebeu alta do Hospital São Paulo na noite de segunda-feira (26). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da instituição na manhã desta terça-feira (27).

 O caso da criança era considerado muito grave porque ela teve traumatismo craniano e precisou passar por uma cirurgia. Ela saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na quinta-feira (22). Outros dois feridos estão internados no hospital. Eles passam bem e aguardam cirurgia.

 Na segunda-feira, o hospital chegou a informar que a menina havia recebido alta no domingo. Entretanto, horas depois, a instituição retificou a informação, afirmando que a criança continuava internada.

Também na segunda, um homem de 35 anos que estava internado no Hospital Tatuapé teve alta, segundo a Secretaria Municipal da Saúde.

pessoas atingidas no acidente continuam internadas em estado grave. No Hospital Vergueiro está uma adolescente de 17 anos. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, não há previsão de alta. Uma mulher de 43 anos também segue no hospital em observação, mas passa bem.

 No Hospital das Clínicas está um rapaz de 27 anos que sofreu afundamento de crânio e lesão no tórax. Ele passou por uma cirurgia logo após sua internação, mas segue em estado grave na UTI, segundo o hospital.

 O teto da Igreja Renascer na Avenida Lins de Vasconcelos, no Cambuci, na Zona Sul de São Paulo, desabou no dia 18, no intervalo entre dois cultos. Nove pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas.

DF é condenado a pagar R$ 20 mil a paciente com diagnóstico errado de HIV

Grávida usou medicamentos sem necessidade durante dois meses.
Juiz considerou que erro de diagnóstico causou danos morais à vítima.

O governo do Distrito Federal foi condenado a indenizar em R$ 20 mil uma grávida que recebeu equivocadamente um diagnóstico de HIV positivo. A decisão é do juiz da Sexta Vara da Fazenda Pública do DF, que considerou que o erro no resultado do exame causou danos morais à vítima. Ainda cabe recurso contra a decisão, tomada em primeira instância.

As informações contidas no processo apontam que o diagnóstico foi feito em fevereiro de 2001, quando a autora da ação iniciou o pré-natal. Segundo o Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT), entre os exames realizados estava o de sangue, que deu positivo para o HIV – fato que a obrigou a fazer uso de medicamentos indicados para a doença.

Ainda de acordo com o TJ, somente dois meses depois a contraprova mostrou que a paciente não tinha a doença. O erro, segundo a vítima, causou-lhe dano moral por causa da angústia que sofreu durante os dois meses em que pensava ser portadora do vírus HIV. Ela também reclamou que o fato de tomar medicamentos enquanto estava grávida lhe causou graves danos morais.

À Justiça, o DF sustentou que não houve fundamentos para o reconhecimento de danos, sob os argumentos de que a paciente recebeu pronto atendimento médico. A explicação, no entanto, não convenceu o juiz, que alegou que o laudo precipitado de soro positivo causou danos à vítima.

“Entre os casos que configuram o dano moral indenizável se encontra a integridade moral, em face de estar abalada pela agressão frontal à honra subjetiva, pela ofensa física causada pelos medicamentos que teve que tomar e a angústia experimentada”, destacou o juiz, em sua sentença, acrescentando que o único causador do dano foi o resultado “errôneo” produzido pela rede pública de saúde do DF.

Fontes: G1 – O Portal de Notícias da Globo

Itália chama embaixador no Brasil para consultas por causa de caso Battisti

Roma, 27 jan (EFE).- A Itália decidiu hoje chamar para consultas seu embaixador no Brasil, Michele Valensise, após o Governo brasileiro conceder status de refugiado político ao ex-ativista Cesare Battisti, condenado pela Justiça italiana à prisão perpétua.Segundo informou hoje a Chancelaria italiana em nota enviada à imprensa, a decisão chega após a Procuradoria Geral da República recomendar ao Supremo Tribunal Federal (STF) que facilite a concessão de refúgio político e liberdade ao ex-ativista de esquerda.Após pronunciamento do Governo brasileiro, o STF tem que julgar a causa de Battisti, que aguarda em uma penitenciária de Brasília uma possível libertação, depois de ser detido no Rio de Janeiro em 2007 e de ser condenado na Itália por quatro assassinatos.

A Itália considera uma “decisão grave” o fato de o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, se mostrar na última segunda favorável à extinção do processo de extradição de Battisti.

Eraldo Peres/AP

Cesare Battisti, ex-ativista de extrema esquerda italiano, foi um dos chefes da organização de extrema esquerda Proletários Armados pelo Comunismo; na foto de março de 2007, é escoltado pela Polícia Federal ao chegar a Brasília (DF), onde estava preso à espera do processo de extradição

“É uma decisão muito grave porque (as autoridades brasileiras) tinham anunciado uma reconsideração, uma reflexão mais profunda”, declarou o ministro de Relações Exteriores da Itália, Franco Frattini, na nota de imprensa.

“O fato de decidir apenas 48 horas depois sem ter avaliado com a profundidade que teríamos desejado nos parece um pouco um não querer decidir e desejar cobrir plena e simplesmente a decisão política do ministro da Justiça”, acrescenta.

Segundo o ministro, o Brasil é um “grande país, amigo da Itália desde sempre”, e por isto o Governo italiano não esperava este comportamento das autoridades brasileiras, daí a “gravidade” de sua reação.

A chamada para consultas de Valensise era uma possibilidade que o Governo de Silvio Berlusconi já considerava há alguns dias, apesar de as autoridades italianas ainda esperarem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconsiderasse a decisão tomada pelo ministro da Justiça Tarso Genro.




    Leave a Reply

    Fill in your details below or click an icon to log in:

    WordPress.com Logo

    You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

    Twitter picture

    You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

    Facebook photo

    You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

    Google+ photo

    You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

    Connecting to %s



%d bloggers like this: